Roland Garros 2022: favoritos, programação e onde assistir ao segundo Grand Slam do ano (2022)

Batalhas épicas têm sido a tona da temporada de saibro do tênis, incluindo os Masters e WTA 1000 em Madri e Roma. Agora a ação culmina em Roland Garros, antes do início da temporada de grama.

De 22 de maio a 5 de junho, os melhores tenistas do mundo se enfrentam no segundo Grand Slam da temporada - um torneio em que os vencedores são mais difíceis de prever do que em edições anteriores.

Saiba mais sobre a 121ª edição de Roland Garros, que promete ser uma das mais memoráveis dos últimos tempos.

Alcaraz desafia Nadal e Djokovic

Com as últimas seis edições vencidas por Rafael Nadal (quatro) e Novak Djokovic (duas), você pode pensar que eles são os absolutos favoritos para Roland Garros. No entanto, o contexto da competição mudou neste ano, e esse parece ser o torneio mais difícil de prever desde a primeira vitória de Nadal em 2005.

O espanhol, que ganhou o evento 13 vezes, chegará a Porte d’Auteuil com uma preparação nada ideal, tendo perdido nas oitavas de Roma para Denis Shapovalov ao sofrer com uma lesão crônica no pé. Depois de seu título no Australian Open, que o tornou o primeiro homem a vencer 21 Slams, o atleta de 35 anos tentará fazer mais história em seu torneio favorito.

No entanto, outro gigante tentará fazer história novamente. Dono de 20 Slams, Novak Djokovic é o atual número 1 do mundo e chega à França confiante. Apesar de ter jogado apenas 17 partidas em 2022, ele venceu o Masters de Roma, derrotando o expert em saibro Stefanos Tsitsipas na final. Eles se enfrentaram na decisão em Paris ano passado.

Desfrutando de um excelente ano, o espanhol Carlos Alcaraz será uma das principais atrações em Paris. O tenista de 19 anos já venceu dois Masters 1000 neste ano, na quadra dura de Miami e no saibro de Madri. Na capital espanhola, Alcaraz fez algo inédito: venceu Nadal e Djokovic no mesmo torneio no saibro.

"Para alguém de sua idade, jogar com tanta maturidade e coragem é impressionante", disse Djokovic após perder para Alcaraz na semifinal em Madri.

Treinado por Juan Carlos Ferrero, campeão de Roland Garros em 2003, o número 6 do mundo será considerado um dos favoritos em sua segunda participação no evento, após a derrota na terceira rodada em 2021.

Algumas estrelas notáveis estarão de fora: Roger Federer ainda se recupera de lesão no joelho, Andy Murray preferiu focar em Wimbledon e Matteo Berrettini se recupera de uma cirurgia.

Outros candidatos são o campeão Olímpico Alexander Zverev, o campeão de Monte Carlo Tsitsipas e Daniil Medvedev, retornando de lesão.

LEIA MAIS | Alcaraz: 'Acho que estou pronto para ganhar um Slam'

Chave masculina de Roland Garros

A chave de Roland Garros aconteceu nesta quinta-feira, 19 de maio, e colocou Novak Djokovic, Rafael Nadal e Carlos Alcaraz do mesmo lado. Isso significa que Djokovic e Nadal podem se enfrentar nas quartas de final e potencialmente o vencedor enfrentaria Alcaraz nas semifinais, se o atleta de 19 anos chegar até lá. O português João Sousa encara o qualifier Jason Tseng, e Nuno Borges estreia contra Karen Khachanov.

Confira alguns confrontos de primeira rodada:

  • Novak Djokovic (SRB - 1) - Yoshihito Nishioka (JPN - 94)
  • Daniil Medvedev (2) - Facundo Bagnis (ARG - 98)
  • Alexander Zverev (ALL - 3) - Qualified player
  • Stefanos Tsitsipas (GRE - 4) - Lorenzo Musetti (ITA - 57)
  • Rafael Nadal (SPA - 5) - Jordan Thompson (AUS)
  • Carlos Alcaraz (SPA - 6) - Qualified player

Veja a chave masculina completa

Favoritas para Roland Garros no feminino

Com Ashleigh Barty, ex-número 1 do mundo, aposentada aos 26 anos, o torneio feminino tinha tudo para ser aberto como o masculino. Mas as últimas semanas mudaram tudo.

A polonesa Iga Swiatek chega à França com uma incrível série de 28 vitórias. A nova líder do ranking não perde desde fevereiro e ganhou cinco torneios seguidos, em Doha, Indian Wells, Miami, Stuttgart e Roma. Na capital italiana, ela perdeu apenas 21 games em cinco partidas, sem conceder sets. Ela também tem história em Paris, tendo vencido o Slam em 2020.

A outra jogadora que chega em grande forma é Ons Jabeur. A tunisiana recentemente ganhou seu primeiro WTA 1000 em Madri em maio antes de chegar à final em Roma, na qual perdeu para Swiatek. O placar de duplo 6/2 pode fazer parecer que o jogo foi fácil, mas Jabeur deu trabalho no segundo set. Ela é a primeira tenista árabe a entrar no top 10 e a primeira a ganhar um WTA 1000.

Atual campeã e número 2 do mundo, Barbora Krejcikova tem sofrido com uma lesão no cotovelo desde fevereiro. Paula Badosa, que fez quartas em Paris ano passado, tentará ir mais longe. A número 3 do mundo ganhou Indian Wells em 2021 e o WTA 500 de Sydney em janeiro, mas não tem feito uma boa temporada de saibro.

A grega Maria Sakkari, número 4 do mundo, esteve a pontos de derrotar Jabeur nas quartas em Roma e também chegou à final de Indian Wells em março.

A campeã de Tóquio 2020, Belinda Bencic, Aryna Sabalenka, a vice-campeã do Australian Open Danielle Collins e a campeã do Masters de 2021 Garbiñe Muguruza também têm boas chances.

Chave feminina de Roland Garros

A número 1 do mundo Iga Swiatek pode enfrentar duas outras ex-campeãs antes das quartas: Simona Halep e Jelena Ostapenko, que venceram respectivamente em 2018 e 2017. Ons Jabeur está do outro lado e pode enfrentar Maria Sakkari nas quartas. A brasileira Beatriz Haddad Maia estreia contra a qualifier espanhola Cristina Bucsa.

Alguns dos jogos de primeira rodada:

  • Iga Swiatek (POL - 1) - Qualifier
  • Barbora Krejcikova (CZE - 2) - Diane Parry (FRA - 96)
  • Paula Badosa (ESP - 3) - Fiona Ferro (FRA - 139)
  • Maria Sakkari (GRE - 4) - Clara Burel (FRA - 95)
  • Anett Kontaveit (EST - 5) - Ajla Tomljanovic (AUS - 44)
  • Ons Jabeur (TUN - 6) - Magda Linette (POL - 56)

Confira a chave feminina completa

Brasil e Portugal em Roland Garros 2022

Pela primeira vez em 49 anos, o Brasil não terá representantes na chave masculina de simples de Roland Garros. Cinco tenistas do país disputaram o qualifying, incluindo o cabeça de chave 1 Thiago Monteiro, mas nenhum avançou para a chave principal. Os outros foram Matheus Pucinelli, Thiago Wild, Felipe Meligeni Alves e João Menezes.

Já Portugal terá dois representantes no masculino. João Sousa já estava classificado, e Nuno Borges conquistou sua vaga pelo qualifying. Pedro Sousa e Gastão Elias ficaram na fase classificatória.

A brasileira Beatriz Haddad Maia está garantida na chave principal feminina e vem embalada, após conquistar um título e um vice da série WTA 125, debutando no top 50. Em 2022, Bia furou qualis de torneios grandes e ganhou partidas em WTA 1000 contra adversárias renomadas, como Sofia Kenin e Maria Sakkari. No Australian Open, a brasileira foi vice-campeã de duplas ao lado de Ana Danilina.

Carolina Meligeni Alves e a medalhista Olímpica Laura Pigossi pararam no qualifying. Luisa Stefani segue fora devido a uma lesão grave no joelho e deve retornar no segundo semestre.

O Brasil também conta com os campeões de Grand Slam Marcelo Melo e Bruno Soares, que disputam as duplas masculinas com Máximo González (Argentina) e Jamie Murray (Grã-Bretanha), respectivamente. Em boa fase, Rafael Matos também está na chave, ao lado do espanhol David Vega Hérnandez, assim como Felipe Meligeni Alves ao lado do argentino Sebastian Baez.

LEIA MAIS | Entrevista: Luisa Stefani quer jogar simples e duplas em Paris 2024

Programação de Roland Garros

  • 16 a 20 de maio: Qualifying
  • 22 de maio - 5 de junho: Chave principal
  • 4 de junho: Final feminina
  • 5 de junho: Final masculina

Para ver a programação por dia em tempo real, confira o site de Roland Garros.

Como assistir a Roland Garros

No Brasil, o Sportv e a ESPN transmitem o evento. Em Portugal, a cobertura fica a cargo do Eurosport.

Veja as emissoras em todos os países

Últimos campeões de Roland Garros

Masculino

  • 2021: Novak Djokovic (Sérvia)
  • 2020: Rafael Nadal (Espanha)
  • 2019: Rafael Nadal (Espanha)
  • 2018: Rafael Nadal (Espanha)
  • 2017: Rafael Nadal (Espanha)

Feminino

  • 2021: Barbora Krejcikova (República Tcheca)
  • 2020: Iga Swiatek (Polônia)
  • 2019: Ashleigh Barty (Austrália)
  • 2018: Simona Halep (Romênia)
  • 2017: Jelena Ostapenko (Letônia)

You might also like

Latest Posts

Article information

Author: Amb. Frankie Simonis

Last Updated: 10/12/2022

Views: 5874

Rating: 4.6 / 5 (76 voted)

Reviews: 91% of readers found this page helpful

Author information

Name: Amb. Frankie Simonis

Birthday: 1998-02-19

Address: 64841 Delmar Isle, North Wiley, OR 74073

Phone: +17844167847676

Job: Forward IT Agent

Hobby: LARPing, Kitesurfing, Sewing, Digital arts, Sand art, Gardening, Dance

Introduction: My name is Amb. Frankie Simonis, I am a hilarious, enchanting, energetic, cooperative, innocent, cute, joyous person who loves writing and wants to share my knowledge and understanding with you.